O período de Piracema terminou ontem (31), mas nem por isso qualquer pescador pode entrar nos rios. A legislação tem várias regras para os profissionais e amadores, entre elas que todos têm que fazer a carteira de pesca.

Os interessados devem procurar a Sema e órgãos conveniados para fazer as carteirinhas.

O período proibitivo, diferente dos anos anteriores, foi de outubro a janeiro, devido a estudos realizados que apontaram mudanças no comportamento reprodutivo dos peixes.

Na Região de Rondonópolis, de acordo com dados repassados pela Polícia Militar Ambiental, foram apreendidos este ano mais de 2.200 mil quilos de pescado irregular, além de dez canoas, 72 redes e 52 tarrafas.

Também foram apreendidas durante as abordagens 18 armas de fogo e 593 munições. Foram realizados 68 flagrantes, 29 infrações e quase 6 mil quilos de pescados foram vistoriados em peixarias e locais de pesca.

Leia também:  Meia tonelada de alimentos são entregues para o Lar de Nazaré
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.