E mais uma vez a população de Rondonópolis vai pagar mais caro por um serviço, considerado por muitos de baixa qualidade. Sábado (4) sobe a tarifa do transporte coletivo em Rondonópolis.

O aumento desta vez será de 9,5%, muito acima do índice para aumento do salário mínimo, que foi de 6,48% e para o IGP-M dos últimos 12 meses que foi de 6,6608%. Segundo as explicações da gerência da empresa de transporte coletivo, vereadores, Conselho Municipal de Trânsito e secretários municipais, o aumento nas passagens foi porque a empresa não teve nenhum benefício nos últimos 12 meses e o óleo diesel teria subido, teria, pois nos últimos 12 meses foram três reajustes para baixo no preço dos combustíveis.

Leia também:  Grupo define primeiras ações para retomada dos hospitais regionais

O prefeito José Carlos do Pátio (SD) declarou que a empresa não pode ficar no prejuízo e por isso decidiu pelo aumento. “Pelo relatório de custos operacionais a empresa pedia R$ 3,70. Só que procuramos um meio termo, para não prejudicar o trabalhador, que precisa do transporte coletivo diariamente”.

Agora resta somente ao trabalhador que terá que tirar do seu salário cinco minutos por dia para colaborar com a empresa que o transporta diariamente, normalmente com atraso e veículos em péssimo estado para o trabalho.

Na reunião presidida pelo prefeito José Carlos do Pátio ficou decidido que já no próximo sábado a passagem passa dos atuais R$ 3,34 para R$ 3,60.

Leia também:  Manifestantes vão pra frente de empresa de Ministro, mas se negam dialogar
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.