Imagem: Ursula
Foto: reprodução Rede Record

Quemuel se irrita com a frieza de Samara. Mara nega ser a responsável pelo ritual e acusa Raabe de ter trazido as estatuetas. Zareg se oferece para ajudar nas buscas à Aruna. Amarrado, Otniel segue na caravana de escravos. Ele ora e pede a ajuda de Deus. Raabe encontra Salmon e fala sobre o encontro com Mara. A vilã procura Josué e acusa Raabe de ter feito o ritual pagão.

Abul se abre com Úrsula e revela toda a verdade sobre as rainhas prisioneiras. Iru e Jéssica levam Acsa até Naftali. Ula e Lina ajudam Mireu a cuidar de Aruna no palácio. Abul mata os oficiais de Adonizedeque e entra no quarto secreto com Úrsula.

Milagrosamente, Aruna recebe a ajuda de Deus e sobrevive. Úrsula explode de ódio ao ver as caveiras de sua mãe e avó. Adonizedeque flagra Mireu beijando Ula. O rei ordena que os soldados prendam a taberneira. Mireu mente sobre a recuperação de Aruna.

Raabe sai para passear com Boaz. Mara, diante das estatuetas cananeias, inicia um ritual pagão. Raabe sente um cheiro estranho e vai até o celeiro. Mara percebe a aproximação de alguém e se esconde. Raabe se depara com as estatuetas e se espanta ao ver Mara no local.

Leia também:  Resumo de novelas desta quarta-feira (27)
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.