Imagem: TRINCHEIRA VERDÃO   REPAROS
Foto: Reprodução

As pistas da parte interna da Trincheira Verdão/Santa Isabel, localizada na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, serão interditadas neste fim de semana (04 e 05.02) para frisagem e recapeamento em aproximadamente 15 pontos do pavimento. Na segunda-feira (06.02) o trânsito volta ao fluxo normal.

A necessidade de reparo das inconformidades foi detectada pela Comissão de Recebimento Definitivo de Obras, da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT), durante o processo final de recebimento da construção. Os reserviços serão executados pela empresa Métrica Construções, responsável pela obra, sem custo ao Estado.

O trabalho de interdição será promovido em parceria com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) de Cuiabá. De acordo com o secretário adjunto de Obras da Baixada Cuiabana, Josemar Sobrinho, as restrições de tráfego na Verdão serão pontuais. No sábado (04.02), o bloqueio acontece na pista sentido bairro Cidade Verde-Santa Rosa. Já no domingo (05.02), a restrição funcionará na direção contrária.

Leia também:  Em MT, umidade do ar varia entre 12% e 20% e Defesa Civil emite alerta

Diáriamente cerca de 35 mil veículos trafegam pela trincheira. Sobrinho explica que os serviços acontecerão no fim de semana porque o fluxo no local é menor, gerando menos impacto ao trânsito. “O bloqueio das pistas na parte de baixo da obra ocorrerá somente nesses dois dias, porém o tráfego fica liberado normalmente nas marginais. Após a execução das correções das patologias, a secretaria dará continuidade ao processo de recebimento definitivo da Trincheira Verdão”, pontuou.

Histórico

A trincheira de 632 metros de extensão foi finalizada em agosto de 2016, porém o termo de recebimento provisório só foi assinado em outubro após a finalização da auditoria no contrato, que gerou economia na obra de R$ 1,2 milhão. Anteriormente, a construção havia sido orçada em R$ 26 milhões, porém ao final dos serviços o valor fechou em R$ 24,8 milhões.

Leia também:  MT está na 4ª posição em atendimentos no País
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.