Suspeitos de roubo presos pela Polícia Militar - Foto : PM
Suspeitos de roubo presos pela Polícia Militar – Foto : PM

Três jovens foram detidos pela Polícia Militar (PM) na madrugada desta quinta-feira (2), no Jardim Mato Grosso, em Rondonópolis (MT). Eles estavam em frente uma residência em atitude suspeita. O trio foi identificado como Alex Telry Marques dos Reis Silva, 28 anos, Maicon Diequison Lima da Silva, 26 anos e Kaique Satelis Ribeiro de 23 anos.

Em rondas pela região, a PM deparou com os indivíduos em atitude suspeita em um terreno. Durante a abordagem a Polícia encontrou com o trio uma arma artesanal com quatro munições intactas e a chave de uma moto.  Na frente da residência tinha um veículo estacionado.

Celulares-e-uma-arma-em-forma-de-caneta-apreendidos-pela-polícia - Foto : PM
Celulares e uma arma em forma de caneta apreendidos pela Polícia – Foto : PM

A janela que dá acesso ao interior da casa estava arrombada e os suspeitos disseram que não moram no local. Na casa também não havia ninguém.

Leia também:  Com marcas no corpo, cantor é encontrado morto nos fundos do parque de exposição em Juína

Diante dos fatos, o trio foi encaminhado para a 1ª delegacia de Polícia (1ª DP) para as providências cabíveis.

As informações constam em registro no Boletim de Ocorrência (BO).

ATUALIZADA

Valtenir dos Santos Moreira suspeito preso acusado de ter praticado varios delitos - Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Valtenir dos Santos Moreira suspeito preso acusado de ter praticado varios delitos – Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

O suspeito que se apresentou como Kaique Satelis Ribeiro, na verdade se chama Valtenir dos Santos Moreira. Segundo o investigador da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF), após o registro do boletim de ocorrência, foi feito uma checagem e constou que o suspeito tinha um mandato de prisão em aberto, na cidade de Alto Araguaia.

O investigador afirmou que Valtenir ao ser entrevistado, entrou diversas vezes em contradição. “Ele foi se contradizendo na falas e em primeira mão, descobrimos que ele é de Alto Araguaia, ele confessou o verdadeiro nome e ao puxar a ficha, ele tinha um mandato de prisão preventiva em aberto do ocorrido na madrugada da virada do ano de 2016, em Alto Araguaia”. esclareceu o investigador.

Leia também:  Quatro trabalhadores são resgatados de situação análoga à escravidão em MT

O suspeito tem passagem por tráfico, roubo e associação.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.