Imagem: 25 toneladas de soja
Foto: Assessoria do Núcleo de Inteligência Operacional (NIO)

Sete homens e uma mulher de 43 anos, foram presos na tarde de hoje (16), suspeitos de terem furtado cerca de 25 mil quilos de soja entre os municípios de Alto Araguaia e Itiquira (a 146 km de Rondonópolis). A quadrilha esperava um trem carregado de soja parar, abriam as bicas de um dos vagões, esperam a soja cair no solo e depois ensacavam os grãos.

A operação foi realizada por policiais do Núcleo de Inteligência Operacional (NIO), que já monitoravam a ação dos envolvidos. Para o trabalho foram necessárias três viaturas. Além dos produtos, um caminhão também foi apreendido. O produto ensacado estava nas proximidades da MT-299, saída para Itiquira, numa região conhecida como Sete Placas.

Leia também:  Polícia Civil cumpre prisão contra 51 criminosos articulados para roubos de veículos
Imagem: quadrilha é presa em Alto Araguaia2
Foto: Assessoria do Núcleo de Inteligência Operacional (NIO)

O caminhão com o produto foi abordado no KM 30 da BR-364, saída para Alto Garças. Os policiais ainda apreenderam uma espingarda calibre 36, um rifle calibre 22, um revólver calibre 38, munições, uma faca e cinco aparelhos celulares.

Todos os presos foram autuados em flagrante por furto e associação criminosa. O produto será devolvido a concessionária que explora a ferrovia na região. Os criminosos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil e ficarão à disposição da Justiça.

Fechando o cerco

Esse é o quarto registro de recuperação de carga furtada na região. No início de fevereiro, Policiais Civis prenderam seis homens e apreenderam um menor por associação criminosa e furto de aproximadamente 50 toneladas de grãos de soja.

Leia também:  Homem é morto com 2 facadas ao flagrar sua mulher com amante em MT

A segunda apreensão de produtos ocorreu no dia 23 de fevereiro no município de Alto Taquari (68 km de Alto Araguaia). Após denúncia, a Polícia Militar, prendeu três homens suspeitos de furtar farelo de soja de um trem que estava parado próximo ao córrego do Sapo, na divisa entre os dois municípios. Outras pessoas que estavam nas proximidades do local fugiram ao notar a viatura.

No dia 03 de março, os policiais do Núcleo de Inteligência Operacional (NIO) recuperaram cerca de 15 toneladas de farelo de soja. O produto, segundo a polícia, era proveniente do furto de cargas realizado às margens da linha ferroviária na região.

Leia também:  Motociclista morre após colidir de frente com veículo em Paranatinga
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.