29 de novembro de 2020
Mais
    Capa Bastidores A falta de capacidade administrativa de Pátio já chegou aos cafezinhos
    CADÊ O GÁS?

    A falta de capacidade administrativa de Pátio já chegou aos cafezinhos

    Coder teve que prorrogar licitação e Procon não paga nem funcionários

    A falta de capacidade administrativa do prefeito José Carlos do Pátio (SD) e seus assessores é tão grande que já passou pelo adiamento do início do ano letivo, da incapacidade de aparar a grama e recolher as aparas, da falta de compromisso em manter em pleno funcionamento a iluminação da recém-inaugurada Av. Otaviano Muniz e agora chegou ao ápice, ou melhor ao fundo do poço.

    Pasmem, além dos atrasos nos pagamentos de servidores do Procon e de várias secretarias, parece que está faltando gás (Olha o gás!) de cozinha no Procon para o famoso cafezinho.

    Edital de prorrogação fui publicado na última quarta-feira (22)
    Edital de prorrogação fui publicado na última quarta-feira (22)

    Aliás, parece que o cafezinho também deve estar faltando na Companhia da Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder), pois na última quarta-feira (22) a empresa fez uma publicação oficial prorrogando o prazo da licitação para aquisição de botijões.

    Para prorrogar uma licitação deste tipo só pode haver dois motivos, o primeiro seria que ninguém se interessou em vender para a Coder, o outro pode ser mais assustador, não pela falta dos botijões, mas pela falta de credibilidade da empresa e da administração, as empresas deixaram de participar com medo de não receber o pagamento.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS