23 de novembro de 2020
Mais
    Capa Entretenimento As franjas estão de volta

    As franjas estão de volta

    Imagem: franjaO corte volta com força ao mundo da moda; escolha a sua versão – falsa ou verdadeira – e saiba como adotá-la.

    LEVE E BOHO
    Adaptação da icônica franja de Brigitte Bardot, ela tem textura, é desfiada na ponta e cai sobre os olhos. Longa nas laterais, cria uma moldura para o rosto. “Para finalizar, use spray de sal marinho ou à base de açúcar, para um visual com brilho. Pomada em pó só deve ser usada se o objetivo for um acabamento menos maleável”, opina o cabeleireiro Tiago Parente.

    MICROFRANJA
    Indicada para rostos delicados ou para mulheres com bastante personalida de – é um corte bem marcante que acentua os traços. Como as pontas são irregulares, é a mais fácil de fazer a manutenção em casa. “Ela precisa estar arrumadinha para ficar bem marcada. Por isso deve ser usado sempre o secador”, diz Tiago.

    CACHEADA
    “É uma releitura do corte shag dos anos 80, adaptado para cabelo cacheado ou o crespo”, resume Tiago, que diz que os cachos precisam estar bem definidos. Camila Ribeiro, adepta do corte, não vive sem leave-in. “Aplico pouco para não pesar e gosto dos cachos com bastante volume. Para finalizar, passo um sérum nas pontas”, conta a modelo.

    NAS CAMPANHAS
    Chloé e Chanel foram algumas das marcas que levaram a franja para suas últimas campanhas. A primeira grife apostou num estilo mais boho 70s, acompanhando fios repicados. Na Chanel, a top Arizona Muse surge supercool, de peruca e com perfume punk.

    Imagem: franjaPOR UM DIA
    Quando querem mudar o visual radicalmente para brilhar em uma festa, Gigi e Bella Hadid, Kendall Jenner, Joan Smalls e Ariana Grande têm um truque certeiro: franjas falsas. Há duas maneiras de fazer. Se o penteado for preso em um coque ou rabo, traga uma mecha dele em direção à testa – a ponta do cabelo fará as vezes da franja. Se a ideia é usar o cabelo solto, a melhor maneira é recorrer a um aplique – hoje em dia há versões superfáceis de adotar, como as que são presas com tic-tac.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS