Imagem: DISPARO TIRO REVÓLVER
Foto: Reprodução

Um homem identificado como Benilson da Silva, de 29 anos, foi morto na noite deste domingo, 19, por um policial militar.

A versão oficial da Polícia Militar (PM) sobre o caso é de que a vítima fatal teria tentado pegar a arma do policial e a arma disparou, atingindo-o no tórax.

Benilson, segundo a PM, seria traficante da região. Ela e mais três rapazes, estariam na esquina da Avenida Brasil com a Rua São Paulo, no bairro Santa Rosa-2, em Cuiabá vendendo droga, quando foram surpreendidos e fugiram.

Os policiais foram atrás e viram quando Benilson dispensou algumas porções de drogas, logo localizadas pelos policiais, que deram voz de prisão ao suposto traficante. Neste momento, antes do disparo de arma de fogo, algumas pessoas da casa se revoltaram e tentaram atacar os policiais.

Para não deixar Benilson ser preso, as pessoas começaram a jogar objetos contra os policiais militares, que para se defender tiveram que disparam tiros com balas antimotim para tentar acalmar os revoltados.

Mesmo os disparos, as pessoas não pararam com as agressões e chegaram a tentar tomar as armas de fogo dos policiais, que voltaram a reagir. Foi quando Benilson também tentou pegar a arma do policial e ela disparou.

Baleado no tórax, ele foi levado para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC) por agentes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), só que ele não resistiu aos ferimentos e morreu logo em seguida.

Além da morte de Benilson os outros três homens que estavam com ele na hora da confusão foram transferidos para a Central de Flagrantes.Um morador teria gravado todas as cenas da confusão e pode ajudar a Polícia nas investigações, pois as pessoas, principalmente familiares de Benilson contestam a versão da PM e alegam que o rapaz não era traficante.

O corpo de Benilson fo removido do PSMC para o Instituto Médico Legal (IML), após ser liberado por policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa DHPP), também responsável pelas investigações.

Advertisements
COMPARTILHAR

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.