O ministro da Agricultura Blairo Maggi acaba de pedir licença do cargo para tratar de assuntos pessoais por um período de dez dias. A notícia pegou de surpresa todos os representantes do agronegócio, que têm acompanhado a sua intensa agenda.

Maggi não é o primeiro ministro do governo Temer a pedir licença. Semanas atrás, Eliseu Padilha, da Casa Civil, saiu de cena para fazer uma cirurgia na próstata.

A saída momentânea de Maggi chama a atenção por acontecer na mesma semana em que o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, enviou uma extensa lista de políticos ao Supremo Tribunal Federal (STF) para serem investigados.

Advertisements
Leia também:  Dilma depõe como testemunha de defesa da senadora Gleisi Hoffmann

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.