23 de novembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Pátio investe em paisagismo, mas moradores querem semáforo

    Pátio investe em paisagismo, mas moradores querem semáforo

    Para muitos, é um investimento desnecessário e que não tem volta

    Coder retoumou a construção depois de um bom período sem obras - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
    Coder retomou a construção depois de um bom período de obras paradas – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

    Moradores dos bairros Sagrada Família, Colina Verde e do Residencial Mariela, em Rondonópolis (MT), há anos esperam por uma solução que nunca se concretizou, a instalação de um semáforo na esquina da Av. Eng. José Calos Novelli (prolongamento da Rua Fernando Correa da Costa) com a Alameda dos Lírios. A indignação de muitos é que mais uma vez a prefeitura ao invés de construir uma rotatória ou instalar o semáforo

    Imagem: WhatsApp Image 2017 03 24 at 17.03.24
    Acidentes são constantes no local e moradores estão cansados – Foto: Vc Repórter

    para controlar o fluxo de carros, motos e caminhões em horários de trânsito mais intenso (6h30, 11h30, 13h e 18h), o prefeito José Carlos do Pátio (SD) irá, simplesmente, plantar flores no canteiro. Moradores que solicitaram a matéria e foram ouvidos pela reportagem do AGORA MT relataram que estão cansados de ver vários acidentes acontecerem nesse cruzamento/retorno.

     

    A obra para o plantio de flores e plantas ornamentais teve inicio há aproximadamente 45 dias, e segundo relatos dos moradores, alem de obra não ser um desejo da comunidade, ela agravou um problema antigo no local, os alagamentos.

    Imagem: WhatsApp Image 2017 03 24 at 16.58.07
    Alagamentos também são constantes no local e segundo moradores pioraram depois do início das obras – Foto: Vc Repórter.

    Como não existe escoamento adequado e correto para o grande volume de água, uma moradora que reside em frente a esse futuro canteiro de flores, relatou que o que era ruim, ficou pior, “Esse problema segue gestão após gestão na Prefeitura, não importando quem esteja à frente”, disse a moradora que não quis se identificar.

    No vídeo enviado pela moradora, veja abaixo, é possível ter uma noção do caos que se torna o retorno no período das chuvas.

    Na na tarde da última sexta-feira (24), quando a reportagem esteve no local para apurar as denúncias do moradores, um dos supervisores da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder), que acompanhava o desenrolar dos trabalhos, explicou que o prazo de entrega desse canteiro é de aproximadamente 20 dias.

    OUTRO LADO

    Em contato com a assessoria de imprensa do prefeito José Carlos do Pátio, solicitamos o prazo para conclusão da obra, quais foram os serviços contratados junto a Coder e qual seria o custo total da obra.

    Na resposta enviada por e-mail a assessoria de Pátio informou que:

    1- O local não receberá um semáforo, porque foi adotado o critério de instalação de uma rotatória;

    2 – Que o prazo para a conclusão da obra, diferente do informado por um dos funcionários que estava supervisionando a obra, será de 60 dias;

    3 – Que os serviços a serem realizados no local são parte de uma contrato entre prefeitura e a Coder para manutenção, conservação, reforma, podas de gramas e plantas ornamentais das áreas verdes dos canteiros centrais, das vias públicas e reservas municipais;

    4 – Quanto ao investimento feito no local, a assessoria do prefeito não informou quanto será gasto.

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS