Macaco encontrado morto as margens de pista de caminhada - Foto : Messias Filho / AGORA MTMacaco encontrado morto as margens de pista de caminhada - Foto : Messias Filho / AGORA MT
Macaco encontrado morto as margens de pista de caminhada – Foto : Messias Filho / AGORA MT

Por se tratar de uma região próxima a mata e rios, não é difícil encontrar animais silvestres na avenida Beira Rio próximo a recém-inaugurada Ponte Aroldo Marmo de Souza em Rondonópolis. Na última sexta-feira (17) um macaco foi encontrado morto próximo ao local e o fato chamou a atenção de populares.

Em São Jose do Povo, localizado a 45km de Rondonópolis, recentemente o aparecimento de macacos mortos na região tem assustado moradores. A Secretária Executiva do município, Luciene Leite, confirmou a equipe de reportagem do site AGORA MT, que foram encontrados três animais mortos e que eles foram enviados para Cuiabá para realização de exames, porém ainda não há uma data para que saia o resultado.

Leia também:  Acontece em Rondonópolis o 2º Encontro de Gestão de Cozinhas
Macaco encontrado morto após a ponte Aroldo Marmo de Souza - Foto : Messias Filho / AGORA MT
Macaco encontrado morto após a ponte Aroldo Marmo de Souza – Foto : Messias Filho / AGORA MT

De acordo com o Centro de Zoonoses de Rondonópolis, o animal foi recolhido na manhã de domingo (19), levado até a Unidade onde será examinado pelo veterinário responsável. Porém o animal está com ferimentos o que pode indicar que a causa foi atropelamento.

 

FEBRE AMARELA

A morte de macacos acabou gerando várias especulações em relação a Febre Amarela, vale salientar que o macaco não é o transmissor da Febre Amarela e, sim, um ‘termômetro’. O mosquito Aedes aegypti é o real transmissor da febre amarela na cidade, então ele é quem deve ser combatido. Quanto aos primatas, todos são suscetíveis à doença, principalmente o bugio, que é a espécie mais sensível.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.