Luiz Fernandes da Silva suspeito de roubo e estupro - Foto : Messias Filho / AGORA MT
Luiz Fernandes da Silva suspeito de roubo e estupro – Foto : Messias Filho / AGORA MT

Um homem de 31 anos, foi preso por investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) com apoio da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Rondonópolis.

A acusação que pesa contra o homem, é de ter praticado um roubo seguido de estupro a uma vítima, de 49 anos, na região da Vila Operária, no último domingo (05).

O suspeito alega que estava em casa no momento do ocorrido e que “jamais teria feito algo dessa natureza”, negando autoria do crime.

O Caso:

De acordo com as informações, a vítima relata que foi abordada em um semáforo por volta das 19:45H, por um homem que portava uma faca e que com isso conseguiu adentrar em seu carro a forçando dar várias voltas pelo bairro. O suspeito roubou uma pequena quantia no valor de R$ 30 e as circunstâncias do ato do estupro ocorreram dentro do veículo, sobre agressões verbais e humilhações contra a mulher, levando ela até uma casa e dizendo por diversas vezes que iria matá-la. Em um momento oportuno, a vítima conseguiu evadir-se do local procurando as autoridades.

Leia também:  PRF e PF fazem ação e apreendem drogas em Rondonópolis

 

Thiago Damasceno delegado de polícia - Foto : Messias Filho / AGORA MT
Thiago Damasceno Delegado de Polícia – Foto : Messias Filho / AGORA MT

De acordo com o delegado, Thiago Damasceno da (DHPP). A mulher procurou a delegacia, onde imediatamente foi acionada a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), para dar total apoio a vítima, depois de um crime com natureza tão grave.

Em depoimento, ela informou que o acusado usava tornozeleira e com essa informação, os investigadores passaram a checar o sistema de monitoramento, mostrando que o suspeito residia nas proximidades de onde os crimes aconteceram.

Depois de terem efetuado a prisão em flagrante delito em sua residência, o suspeito foi entregue para a autoridade policial, da 2ª Delegacia de Polícia/DHPP, onde a vítima o reconheceu como autor dos crimes que havia sofrido.

Vale ressaltar que o suspeito, já responde por um crime de um assalto.

Leia também:  Jovem é baleado e morto dentro de bar em Paranatinga

 

Essa matéria foi confeccionada com os dados do boletim de ocorrência.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.