Um grupo de mulheres do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), com apoio de demais entidades, invadiu a agência do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) localizada na Avenida Getúlio Vargas, no Centro de Cuiabá (MT), na manhã desta quarta-feira (8), para protestar contra a reforma da Previdência Social proposta pelo governo federal.

O atendimento ao público ficou parado por aproximadamente uma hora, mas já foi normalizado.

A manifestação faz parte de mobilização nacional do MST realizada nesta quarta-feira, Dia Internacional da Mulher, com o lema ‘Nenhum Direito a Menos!

“Somos contra essa medida desse governo golpista, que para a gente deveria ser chamada de contrarreforma, porque retira os direitos dos trabalhadores”, disse Lucinéia Freitas do MST.

Leia também:  Mato Grosso está em 2º lugar no ranking de focos de calor em 2017

Lucinéia disse que o grupo de mulheres conversou com servidores e com os usuários que estavam na agência do INSS sobre os danos que a reforma da Previdência vai, na avaliação do MST, provocar aos trabalhadores. Lá, também protocolizaram documento contrário à proposta.

“Sabemos que o INSS é o espaço onde são implementadas as mudanças, e não onde elas são decididas. Mas entregamos documento para nos posicionar contra essa reforma que, se aprovada, vai afetar a vida dos trabalhadores e trabalhadoras, principalmente as camponesas”, disse Lucinéia.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.