Ao que parece o famoso “puxadinho” que ficou evidente durante a gestão do ex-prefeito Percival Muniz (PPS), voltou com força total e mais vingativo. O que muitos andam falando nos corredores é que Pátio teria conseguido um acordo com boa parte dos vereadores, inclusive os chamados de oposição, e a prova disso seria a aprovação na última sessão da Câmara de Vereadores do projeto de terceirização da saúde, que antes causava ojeriza, agora visto como a salvação.

Na nova versão do puxadinho só quem saiu perdendo foram aqueles vereadores “intransigentes”, os magoados, os que não tem pauta positiva com o Paço Municipal, que decidiram continuar enfrentando a máquina do executivo e por isso, tiveram diversos cargos cortados, deixando desamparados os seus correligionários.

Leia também:  Comando local do PSB é mantido

Agora com as pazes feitas entre o executivo e a maioria dos vereadores, o que se espera é que a mesma agilidade empregada para demitir os apaniguados dos vereadores rebeldes, seja dada pela máquina do executivo para cuidar da cidade.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.