24 de novembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Será que Pimenta-do-reino dá pedras nos rins?

    Será que Pimenta-do-reino dá pedras nos rins?

    Imagem: pimenta reino1
    Fotos: Ilustrativa

    A pergunta que colocamos no título foi feita para todos. E a dúvida é pertinente. Afinal, a maioria dos cálculos é composta por cálcio e oxalato, sendo que esse último está presente nas pimentas… e no espinafre, na beterraba, na carambola.

    Mas calma. “O risco oferecido pela pimenta-do-reino é praticamente nulo e também não é preciso excluir alimentos específicos do cardápio sem recomendação médica”, tranquiliza a Nutricionista Emanueli Krauspenhar Ela ressalta ainda que grande parte do oxalato é formada pelo próprio corpo.

    Geralmente, a causa está relacionada a predisposição genética ou disfunções no metabolismo. No entanto, alguns hábitos, como beber pouca água [menos de dois litros por dia] e abusar de produtos ricos em sódio, são prejudiciais ao funcionamento dos rins.

    Ora, a água auxilia na diluição de sais minerais que, agrupados, podem formar cálculos renais. E o sódio? Ingerir grandes quantidades dessa substância potencializa nossa produção de cálcio e oxalato.

    Segundo Krauspenhar, existem dois tipos de cálculos é de acido úrico e calculo de cálcio, ambos precisam diagnosticados para saber qual conduta nutricional aplicar.

    Outro importante componente desse incômodo é o excesso de ácido úrico. Justamente por isso que se recomenda não pesar no consumo de proteínas de origem animal, que aumentam a concentração dessa molécula no organismo.

     

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS