A Câmara de Vereadores aprovou nesta sexta-feira (10), em regime de urgência, em sessão extraordinária, os dois projetos de Lei encaminhados pelo Poder Executivo, o primeiro deles foi o projeto número 53, que trata de uma abertura de crédito suplementar na ordem de R$ 785 mil para atender a demanda do Fundo Municipal de Saúde, para implantação do novo sistema de interligamento das unidades e para a implantação do prontuário eletrônico.

O projeto foi aprovado com 17 votos, os vereadores Adonias Fernandes (PMDB) e Bilu do Depósito de Areia (PRTB) se abstiveram de votar e o vereador Cláudio da Farmácia não participou da sessão.

O outro projeto votado foi o de número 54, que trata de convênio com o  Consórcio Regional de Saúde, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, para a contratação de profissionais na área de saúde de nível médio e superior . O convênio é de 24 meses, podendo ser renovado pelo mesmo período no valor de R$ 53 milhões.

Leia também:  Maluf propõe criação de Número Único Mato-Grossense de Emergências

O vereador Subtenente Guinâncio chegou a apresentar uma emenda reduzindo o período de 24 meses para seis meses renováveis pelo mesmo período, a proposta, no entanto, acabou sendo rejeitada nas comissões.

A proposta, por outro lado, acabou sendo aprovada por 18 votos favoráveis e nenhum contrário, os vereadores Claudio da Farmácia e Roni Magnani não votarem em razão de não estarem na sessão.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.