13 de maio de 2021
Mais
    Capa Notícias Brasil Homem furta celular em trem e é agredido e amarrado pela população

    Homem furta celular em trem e é agredido e amarrado pela população

    O suspeito, que estava desarmado, foi agredido com tapas, socos e chutes - Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo
    O suspeito, que estava desarmado, foi agredido com tapas, socos e chutes – Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo

    Um homem suspeito de furtar um celular foi agredido e amarrado por populares que estavam em um trem na tarde desta terça-feira, na estação de Anchieta, na Zona Norte do Rio de Janeiro. De acordo com testemunhas, Fabiano Maria Ferreira, de 24 anos, teria furtado o celular de uma das passageiras que usava o aparelho durante o trajeto Central-Japeri. A vítima, Talita da Silva Cabral, de 33 anos, que é estudante de Direito, estava indo para casa, em Nilópolis, na Baixada Fluminense.

    Ao chegar à estação de Anchieta, Fabiano tentou deixar a plataforma correndo, mas foi perseguido por um grupo de pessoas. Ele se escondeu debaixo do trem, interrompendo o funcionamento na ferrovia, e foi resgatado pelo agente de controle da estação.

    Acredito que só não aconteceu o pior porque eu intervim. A fúria do grupo era tão grande que não consegui impedir que amarrassem ele e o agredissem — disse o agente de controle.
    O suspeito, que estava desarmado, foi agredido com tapas, socos e chutes e ficou amarrado por cerca de 20 minutos em uma pilastra na estação de Anchieta. Policiais do 41º BPM (Irajá) foram acionados para o local e levaram o suspeito e a vítima, identificada como Talita da Silva Cabral, de 33 anos, para a Cidade da Polícia, na Zona Norte. Até as 19h desta terça-feira, a Polícia Civil não sabia informar que delegacia irá investigar o caso.