08 de maio de 2021
Mais
    Capa Destaques Jaciara | Operação Lei Seca flagrou cinco motoristas embriagados e recolheu sete...

    Jaciara | Operação Lei Seca flagrou cinco motoristas embriagados e recolheu sete CNH

    Imagem: WhatsApp Image 2017 04 09 at 21.46.18
    Foto: Divulgação

    Cinco motoristas foram presos por dirigirem embriagados na noite deste domingo (09), em Jaciara. Eles foram flagrados durante a Operação Lei Seca, realizada pelas forças de segurança pública do estado e município, que ocorreu no entorno da Praça Tamoios e Avenida Antônio Ferreira Sobrinho.

    Segundo dados da operação, além das prisões por dirigir sob efeito do álcool (artigo 306 do Código de Trânsito), foram realizados 144 testes de alcoolemia, sete Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) recolhidas, 29 Autos de Infração de Trânsito e um veículo apreendido.

    Imagem: WhatsApp Image 2017 04 09 at 21.43.48
    Foto: Divulgação

    O capitão Santos, do Batalhão de Trânsito, explicou que a Operação Lei seca é um esforço do estado em parceria com instituições que tomam conta do trânsito como: Policia Militar, Polícia Civil, Deletran, Ciretran e o Departamento Municipal de Trânsito de Jaciara.

    Para o chefe do 13º Ciretran, Zilmar Barbosa, a fiscalização com os demais órgão está sendo muito positivo na implantação da Lei Seca no município, a qual tem como objetivo tirar de circulação pessoas que possam causar acidentes no trânsito.

    Imagem: WhatsApp Image 2017 04 09 at 21.45.30
    Foto: Divulgação

    “Essa fiscalização é para que haja a prevenção de consumo de bebida alcoólica, o que pode causar acidentes e colocar em risco tanto o condutor do veículo quanto outras pessoas. Nos caso constatado com teor não permitido, dependendo da porcentagem aferida pode ser infração administrativa ou criminosa”, ressaltou o capitão.

    Pelas regras da Lei Seca é ato criminal quando o motorista é flagrado dirigindo com índice de álcool no sangue superior a 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido. Nesse caso a pena é de detenção de seis meses a três anos, multa no valor de R$ 1.915,40 e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição de obter a habilitação.

    Se a quantidade de álcool constatada no exame for abaixo de 0,33mg/l, a atitude é infração gravíssima, com multa multiplicada por 10, ou seja, no valor R$ 2.934,70, além da suspensão da CNH por 1 ano.