13 de maio de 2021
Mais
    Capa Notícias Mundo Mais de 4 mil venezuelanos aguardam lista de espera para pedido de...

    Mais de 4 mil venezuelanos aguardam lista de espera para pedido de refúgio em RR

    Grupos de venezuelanos fretam ônibus para comprar comida em Roraima e levar para o interior do país - Foto: Inaê Brandão/G1
    Grupos de venezuelanos fretam ônibus para comprar comida em Roraima e levar para o interior do país – Foto: Inaê Brandão/G1

    Devido a crise no país vizinho, mais de 12 mil venezuelanos vieram para o Brasil desde 2014, é o que mostra um relatório da ONG internacional Human Rights Watch (HRW), divulgado nesta segunda-feira (18).
    Roraima, por fazer fronteira com a Venezuela, é a primeira região onde os imigrantes têm procurado oportunidades para viver.

    Conforme o relatório da entidade que realiza pesquisas sobre os direitos humanos, atualmente, mais de 4 mil venezuelanos em Roraima aguardam há meses em uma lista de espera o agendamento de novos pedidos de refúgio.

    Em março desde ano, a Polícia Federal divulgou que o número de venezuelanos que solicitaram refúgio em Roraima cresceu 22.122% nos últimos três anos.
    Sem acesso a recursos básicos como medicamentos e alimentação, os venezuelanos atravessam a fronteira da Venezuela com o Brasil no município de Pacaraima, ao norte de Roraima, e se fixam no estado em busca de uma vida melhor.

    O governo de Roraima decretou situação de emergência - Foto: Inaê Brandão/G1 RR
    O governo de Roraima decretou situação de emergência – Foto: Inaê Brandão/G1 RR

    Devido à intensa imigração de venezuelanos, o governo de Roraima decretou situação de emergência na saúde em dezembro de 2016. Na mesma época, o Ministério da Saúde anunciou o repasse de R$ 3,7 milhões destinados aos cuidados com os venezuelanos.
    Na cidade de fronteira, Pacaraima, cerca de 80% dos pacientes atendidos no Hospital Délio de Oliveira Tupinambá são venezuelanos.