11 de maio de 2021
Mais
    Capa Destaques Operação Conciliábulo | Gaeco procura 10 em Cuiabá e Cáceres neste...
    LOGO CEDO

    Operação Conciliábulo | Gaeco procura 10 em Cuiabá e Cáceres neste momento

    Também serão cumpridos mandados de busca e apreensão

    Operação Gaeco Cuiabá
    Operação Gaeco Cuiabá

    O Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) realiza desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (10) uma operação nas cidades de Cuiabá e Cáceres.

    Ao todo foram expeditos pela justiça 10 mandados de prisão e outros de busca e apreensão.

    Os nomes dos envolvidos e dos locais onde estão sendo cumprido os mandados ainda não foram revelados.

    ORIGEM DO NOME

    O nome da operação Conciliábulo significa reunião secreta de pessoas suspeitas de maus desígnios.

    ATUALIZAÇÃO

    Dos 10 mandados de prisão resultantes da Operação “Conciliábulo”, desencadeada nesta segunda-feira, nove já foram cumpridos. Entre os presos, estão o líder da organização criminosa, o ex-PM Vail da Silva Abreu, e um dos líderes do Comando Vermelho em Mato Grosso,Paulo Cezar da Silva. Os nove presos estão sendo ouvidos pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e no final da tarde serão encaminhados para audiência de custódia na 7ª Vara Criminal da Capital.

    Foram presos: Wanderson Santos Marçal Sales, Marcos Roberto Alves, Vail da Silva Abreu, Ana Lúcia Pereira de Arruda, Vanderlei da Silva Abreu, vulgo “Bugão”, Valdeir Pontes do Nascimento, Cerilo Pinto de França, Paulo Cezar da Silva, vulgo “Petróleo”; e Paulo Roberto Leal, vulgo “Bambino do Petróleo”.

    Segundo o Gaeco, as investigações tiveram início em novembro de 2016. Os presos compõem organização criminosa que estava em vias de perpetrar crimes violentos em face de uma empresa de transportes de valores e agências bancárias e possui em seus quadros integrantes de uma facção criminosa instalada em presídios de Mato Grosso e ex-policiais militares.

    As investigações e a deflagração da operação são realizadas por meio de ação conjunta entre Gaeco e Polícia Militar do Estado de Mato Grosso. Além dos Policiais Civis e Militares, Promotores de Justiça e Delegados de Polícia do Gaeco, estão participando do cumprimento dos mandados judiciais policiais do Batalhão de Operações Policiais (BOPE) e Força Tática de Cáceres, totalizando mais de 70 agentes.

    Imagem: Ornarograma