Imagem: Thiago Muniz
Foto: assessoria

O vereador Thiago Muniz (PPS) apresentou projeto de lei substitutivo nº 001, que trata sobre a Câmara Municipal de Rondonópolis fiscalizar e autorizar à adesão de ata de registro de preço para a contratação de pessoal, conforme preceitua a Lei Orgânica do Município no seu artigo 28 e seguinte. O projeto de Muniz foi aprovado por doze votos favoráveis a seis contrários na sessão desta quarta (19).

De acordo com o projeto, o Executivo Municipal, autarquias e economias mistas ficam autorizadas a aderirem atas de registros de preços para contratação de pessoal, desde que haja prévia autorização legislativa. Para o vereador, o projeto colabora com a transparência, fiscalização e bom uso do dinheiro público. “Fomos eleitos para representar o povo e ajudá-los a zelar pelos recursos públicos. A fiscalização é o nosso poder. Com esse projeto estamos buscando ajudar o prefeito a contratar as pessoas certas, não queremos cooperativas sem capacidade e trabalhando de forma ilegal em Rondonópolis. Temos muitos problemas e a Câmara Municipal quer colaborar. Acredito que já está na hora do prefeito agir e parar de jogar a culpa de todas as dificuldades na antiga gestão Percival Muniz (PPS)”, explicou.

Leia também:  Vereador vai à Cuiabá procurar parcerias entre os poderes

Em seu discurso, Thiago, lembrou que é cobrado diariamente pela população e quer ajudar o prefeito a sair da inércia. “Ninguém quer buraco, falta de iluminação pública, mau atendimento nos hospitais e outros problemas. As pessoas clamam por alguma atitude do prefeito Zé do Pátio (PROS). Uma das formas de nós vereadores contribuir é alertando sobre essas problemáticas”, disse.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.