Três homens envolvidos com crimes de furto, receptação e tráfico de drogas foram presos em ação integrada da Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, na última quarta-feira (24), em Cuiabá (a aproximadamente 220 km de Rondonópolis). O trabalho realizado pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), em apoio a Ronda Ostensiva Tático Metropolitana (Rotam), resultou também na apreensão de drogas dinheiro e recuperação de objetos furtados.

Os suspeitos, Evandro Fernando de França Dias, de 27 anos, Paulo Eduardo Silva, de 45 anos, conhecido como “Paulinho” e Renan Cerilo Silva, de 29 anos, foram autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa, receptação, tráfico de drogas, associação para o tráfico e resistência a prisão.

Leia também:  Fuga de Poconé | Vídeo mostra detentos batendo em agentes e roubando armas

As investigações que resultaram na prisão da quadrilha iniciaram após a comunicação do crime de furto qualificado a residência, ocorrido sábado passado (20). Conforme boletim de ocorrência, no furto foram subtraídos aproximadamente R$ 1,5 milhão em joias, entre relógios, anéis, brincos, pulseiras, correntes e colares, além de cerca de R$ 24 mil em dinheiro, um micro-ondas e uma TV 50 polegadas.

Logo que iniciaram as diligências, os policiais receberam várias informações sobre os possíveis autores do crime e denúncias de que a quadrilha se reuniria no bairro Cidade Alta, para fazer a partilha das joias furtadas. Depois da divisão dos produtos, o grupo se deslocariam, em um veículo Ford EcoSport até uma chácara nas proximidades da Serra de São Vicente, usada como abrigo pelos criminosos.

Leia também:  Usando o mesmo carro para cometer roubos e furtos, suspeito é preso pela Polícia

Com base nas informações, os policiais iniciaram as diligências, conseguindo avistar o veículo Ecosport com os suspeitos, Evandro e Renan. Ao receber sinalização para parar, o motorista aumentou a velocidade do automóvel para empreender fuga, no entanto, o veículo foi cercado e os ocupantes presos após tentarem correr a pé.

Com Renan, os policiais encontraram R$ 1,9 mil e um relógio, que estava no pulso do suspeito, da marca Invicta, dourado, reconhecido posteriormente pela vítima como um dos produtos furtados. Na vistoria veicular, foi encontrado no porta-malas várias mochilas com roupas e pertences dos suspeitos, comprovando as informações recebidas pela polícia.

Questionados, eles contaram que iriam para a casa de Paulo Eduardo e posteriormente seguiriam para a chácara. Os policiais seguiram até a residência de Paulo, onde apreenderam mais R$ 1,9 mil em dinheiro e um tablete de maconha que estava escondido dentro da mochila do suspeito.

Leia também:  Homem não aceita fim de relacionamento, mata sogro e atira em cunhada

Em entrevista preliminar, Paulo disse que as joias furtadas foram repassadas a um comerciante, e que com o dinheiro adquirido no furto, eles compraram 50 tabletes de maconha, porém a droga foi toda vendida, restando somente um tablete.

Os três envolvidos foram conduzidos à delegacia DERRFVA, onde após serem interrogados pelo delegado de polícia Marcelo Martins Torhacs, foi lavrado o flagrante. Em continuidade as investigações, outros dois integrantes da quadrilha foram identificados e são procurados pela Polícia.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.