Os criminosos não roubaram nada - Foto/ Reprodução
Os criminosos não roubaram nada – Foto/ Reprodução

Os vigilantes Celso Roberto Taveres, de 34 anos, e Joel Pereira Dutra, de 75, foram encontrados mortos na manhã desta quarta-feira (31), no fórum da cidade, a 55 km de Goiânia. Responsável pelo caso, o delegado Renato Rodrigues informou que cada um foi atingido por um tiro. Apenas uma arma foi levada das vítimas.
“A arma do Celso, um revólver calibre38, foi levada. O Joel, que era servidor da Prefeitura de Anápolis e estava localo do Fórum, não utilizava arma. Não pegaram mais nada, nem as carteiras deles com dinheiro, nada do fórum”, explicou ao G1 o delegado, que é titular do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH).
A polícia acredita que o crime aconteceu entre as 22h30 e meia noite de terça-feira (31). Porém, como não havia mais pessoas no local e se trata de uma área comercial, só na manhã seguinte o caso foi descoberto. Os corpos estavam a uma distância de 3 metros um do outro.
“Hoje de manhã, por volta das 6h, o vigia que ia assumir o serviço se deparou, ainda do lado de fora, com o Joel caído. Ele chamou a Polícia Militar, que verificou que, além do Joel, tinha outra pessoa morta”, relatou o delegado.

Leia também:  Empresário do PR doa pipas para alunos que tirarem nota 10 na escola

Rodrigues informou que, por enquanto, não há suspeitos do crime. A polícia analisa as imagens das câmeras de segurança. O delegado não descarta nenhuma motivação do crime, mas, ao que tudo indica, se trata de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte.
“Vamos trabalhar com todas as linhas possíveis de investigação, mas a principal hipótese é de latrocínio de alguém que entrou para pegar a arma. Também não podemos descartar uma execução. A gente tem poucas informações ainda”, alegou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.