A Assembleia Legislativa vai reunir lideranças comunitárias e representantes da sociedade organizada para debater o movimento comunitário de Mato Grosso, em Rondonópolis, cidade da região Sul, que vai sediar o evento, no próximo dia 02 de junho, às 19 horas, na sede da União Rondonopolitana de Associações de Bairros – Uramb, na rua Otávio Pitaluga, 2007, no bairro La Salle.

De iniciativa do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB) e dos deputados Ondanir Bortolini, Nininho, (PSD) e Sebastião Rezende (PSC), objetivo é promover uma reunião ampliada para ouvir os anseios da população e apresentar projetos de leis ou indicações ao Governo do Estado que atendam essas demandas.

Leia também:  Depois de 59 dias, greve do Detran chega ao fim e servidores retomam atividades

“Vamos realizar um amplo e efetivo debate acerca do fortalecimento social e político do movimento comunitário de Mato Grosso e de Rondonópolis”, diz trecho do requerimento apresentado em plenário no mês passado e assinado pelos autores da iniciativa. Essa audiência pública será realizada no Dia do Comunitário Estadual e Dia do Comunitário Rondonopolitano. Na oportunidade, diversas lideranças serão agraciadas com Moção de Congratulação.

A presidente da Uramb, Nilza Maria Nunes Sirqueira, destacou que a audiência é de suma importância para que os deputados conheçam e discutam a realidade de cada região. “O apoio da Assembleia Legislativa é fundamental porque o movimento comunitário quer os deputados mais próximos das comunidades, para que conheçam a realidade dos bairros e trabalhem por ações que promovam o desenvolvimento”, disse Nilza, ao destacar que a expectativa é a de reunir pelo menos 500 pessoas, incluindo as 125 lideranças da região.

Leia também:  Em greve há duas semanas, Santa Casa anuncia fechamento da UTI Pediátrica

Além da presidente, diretores e ex-presidentes da Uramb, também serão homenageados os presidentes das Associações de Moradores dos bairros; do Clube de Mães; Consegs; Imprensa; o prefeito José Carlos do Pátio; vereadores; deputados federais; senadores; vereadores comunitários; Polícia Militar; Femab e demais parceiros da Uramb.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.