A Polícia Judiciária Civil prendeu em flagrante um homem de 34 anos, por estupro da própria filha de 13 anos, que é portadora de paralisia cerebral. O crime foi registrado em Sinop, na noite de quinta-feira (25), e a prisão foi efetuada na tarde de sexta-feira (26), depois da mãe denunciar o companheiro.

Na mesma noite a mãe procurou a Delegacia para registrar boletim de ocorrência contra o companheiro. Ela contou que presenciou o marido abusando sexualmente da filha, dentro da casa onde a família mora.

A mulher relatou que tinha ido se recolher no quarto e deixou o companheiro na sala. Quando foi procurá-lo, o viu deitado na cama da filha, com a bermuda abaixada, abusando da menina deficiente.

Leia também:  Casal é preso com arma e munições dentro de veículo no Magnólia

Após o ocorrido, o companheiro disse que “teve um minuto de bobeira” e saiu de casa, tomando rumo ignorado até se localizado pela equipe policial na sexta-feira, nas imediações do Parque Florestal.

O suspeito foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável. “Um caso traumático, muito brutal, pois a menina vive em estado vegetativo, não consegue se comunicar, muito menos se defender”, disse o delegado Carlos Eduardo Muniz.

Exame de conjunção carnal confirmou o rompimento do hímen da garota.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.