Eis que a Câmara Municipal de Rondonópolis resolveu produzir mais uma das suas pérolas, desta vez, através do vereador Claudinho da Farmácia (PMDB).

O vereador Cláudio da Farmácia propôs através do Projeto de Lei nº 02/2017, que seja proibida a exposição de recipientes com sal nas mesas e balcões de bares, restaurantes, lanchonetes e similares.

Tudo bem que a maioria das pessoas não sabem o mal que o excesso de sal faz a saúde, mas daí o vereador querer decidir o que o cidadão deve ou não fazer da sua vida e querer cuidar do que cada um, que paga o salário dele, deva comer, passa dos limites.

Se até DEUS, o poderoso criador do céu, da terra, de todo o universo e toda vida existente nele, permitiu ao ser humano ter o livre arbítrio, porque o vereador acha que tem o poder de interferir na alimentação da população?

Leia também:  Nova onda na Câmara

Este é verdadeiramente um projeto insosso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.