08 de maio de 2021
Mais
    Capa Notícias Política Vereadores participam de café da manhã com prefeito Ubaldo Barros

    Vereadores participam de café da manhã com prefeito Ubaldo Barros

    Imagem: prefeito e vereadores
    Foto: assessoria

    Os vereadores participaram, na manhã desta terça-feira (02), de um café da manhã com o prefeito em exercício Ubaldo Tolentino de Barros. Ele assumiu a administração do município nesta terça-feira, quando o prefeito Zé do Pátio passou mal e teve que ser internado. O mal súbito vai custar à Pátio dez dias de afastamento, cabendo ao vice-prefeito assumir os trabalhos do Executivo.

    Na reunião, Ubaldo Barros disse contar com a Câmara de Rondonópolis neste período em que estará a frente do Executivo. “Não temos partido, nem bandeira. Vamos fazer ações em benefício de Rondonópolis. O que tiver ao meu alcance para aproximar a Câmara do Executivo, eu farei. O Zé é meu companheiro, meu amigo. Foi ele que me deu a oportunidade de ser vice-prefeito e não vou decepcioná-lo. Vou atuar de forma séria, sem perseguição e também quero abrir um canal entre a Câmara e a Prefeitura”, disse.

    Ele disse ainda que no período em que estiver à frente da prefeitura não fará mudanças no staff. “O Zé do Pátio está a 100 dias tentando montar seu governo e sei que não é fácil. Não farei nenhuma alteração neste curto tempo em que estarei à frente da gestão municipal. Agradeço a presença dos vereadores e a vinda deles mostra que estão preocupados com a cidade”.

    O vereador e presidente da Câmara de Rondonópolis, Rodrigo da Zaeli (PSDB), disse que o vice-prefeito tem um curto período à frente do Executivo, mas que dá tempo para promover uma ação que marque sua passagem. “O Ubaldo é querido. O tempo é curto, mas é importante que ele faça uma boa gestão. Na Câmara ele terá 21 parceiros para que possa governar com tranqüilidade. Eu coloco a Casa de Leis a disposição da administração para legislar em favor ao cidadão”, externou Zaeli.

    O vereador João Mototáxi (PSL), em tom de desabafo, disse ao novo prefeito que busque alternativas para destravar os processos administrativos, dando celeridade aos mesmos. “Espero que a cidade deslanche, porque até o momento está tudo parado”, defendeu o vereador.

    Adonias Fernandes (PMDB), vereador de quarto mandato, disse que é preciso que Zé do Pátio repense na forma de fazer política, pois está abdicando da saúde pelo trabalho. “Ele vive isto daqui. Ele precisa pensar em uma nova fórmula, pois está colocando sua saúde em risco. O Ubaldo não é mais vice, é o prefeito. Dez dias não dá tempo para que ele faça muito, mas é preciso ser reconhecido por algo”, concluiu.