O União Recreativa dos Trabalhadores (URT) promete ser um adversário complicado para o União de Rondonópolis na próxima fase da Série D. O time de Patos de Minas Gerais, cidade com mais de 150 mil habitantes, localizada entre o Triângulo Mineiro e a região do Parnaíba, conta com o retrospecto no estadual deste ano para surpreender o Colorado de Rondonópolis.

O 1º jogo entre as duas equipes está marcado para o dia 2 de julho em Patos e a partida de volta no dia 9 de julho no Luthero Lopes.

No Campeonato Mineiro deste ano, o URT foi semifinalista, sendo eliminado pelo Atlético Mineiro. Nesta série D, o URT manteve a base do Mineiro e ainda continuou com Rodrigo Santana no comando.

Leia também:  União faz neste sábado primeiro jogo da final do sub-19

O técnico de 35 anos é um dos responsáveis pelo bom momento da equipe. Santana, antes de comandar o time de Patos, trabalhou por três temporadas seguidas no Juventus da Mooca. A equipe manda os seus jogos no estádio Zama Maciel, um caldeirão com a capacidade para 5 mil pessoas. Nos jogos o mascote Pato Loco incendeia a torcida da equipe.  Um dos destaques da equipe é o meia Rafael Oller, ex-jogador do Santos.

Nesta Série D, apenas o Itumbiara conseguiu bater o time mineiro em casa.

Por outro lado, o aproveitamento do URT na primeira fase da Série D foi inferior ao União. O Colorado de Mato Grosso, que terminou a primeira fase com 61% de aproveitamento teve apenas uma derrota, o URT teve, duas derrotas e um aproveitamento de 55%.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.