Cena de atentado contra prédio do governo da Somália - Foto: Reuters/Stringer
Cena de atentado contra prédio do governo da Somália – Foto: Reuters/Stringer

Dez pessoas morreram nesta terça-feira (20) em um atentado com carro-bomba em Mogadíscio, na Somália.
O ataque foi reivindicado pelos islamitas da Al Shabab afiliados a Al-Qaeda, anunciou o ministério da Segurança.

“Mais de 10 pessoas morreram, 20 outras ficaram feridas. A explosão destruiu a sede do prédio do distrito de Wadajir. Mais de 10 carros foram destruídos na explosão”, disse Abdifatah Omar Halane, um porta-voz do prefeito de Mogadíscio.
Segundo várias fontes locais, um homem ao volante de um micro-ônibus carregado de explosivos jogou o veículo contra a entrada do prédio administrativo no sul da capital somali.

Segundo o SITE Intelligence Group, especializado na vigilância da rede islamita, o Al Shabab reivindicou o ataque.
“É um ataque suicida com carro-bomba no prédio do distrito de Wadajir onde autoridades da Somália e seu pessoal ficam. Há pessoas do governo e membros de suas equipes que morreram no local. Nós contaremos o número de mortos depois”, disse Abdiasis Abu Musab, o porta-voz de operações militares do Al Shabaab.

Leia também:  Americanos se preparam para receber furacão que pode chegar a mais 250 Km/h

O Al Shabaab frequentemente lança ataques contra Mogadíscio e outras áreas controladas pelo governo federal da Somália. O grupo militante quer expulsar tropas da União Africana, derrubar o governo apoiado pelo Ocidente e impor sua versão rígida do islamismo na região.

Advertisements
COMPARTILHAR
Artigo anteriorBebê a bordo sortudo
Próximo artigoSopa de batata com cebola

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.