Também foram registradas mais de 7,4 mil multas por excesso de velocidade - Foto/ Reprodução
Também foram registradas mais de 7,4 mil multas por excesso de velocidade – Foto/ Reprodução

O número de motoristas bêbados multados pela Polícia Rodoviária Federal durante o feriado de Corpus Christi mais do que dobrou em relação ao mesmo período de 2016. Este ano, 50 condutores foram autuados, quando no ano passado foram 21. O número representa um crescimento de 138%.

Também foram registradas mais de 7,4 mil multas por excesso de velocidade. Em um dos casos, um motorista foi flagrado trafegando a 184 km/h na BR-153. Em outro caso, na BR-060, entre Anápolis e Brasília, um condutor estava a 173 km/h.
O número de multas aplicadas por infrações variadas, exceto por velocidade, também dobrou. Em 2016 foram registradas 2,1 mil autuações. Em 2017, o número passou para 4,3 mil.
Os trechos mais perigosos foram as BR-153 e 060, que concentraram 36 dos 42 acidentes registrados durante o feriado de Corpus Christi.

Leia também:  Justiça Federal manda cancelar decreto que aumenta combustível

A polícia também encontrou graves situações de embriaguez ao volante, inclusive provocando morte. Na manhã de sexta-feira (16), o motorista Ifrain Neto Siqueira, de 26 anos, foi preso após dirigir bêbado, invadir a contramão e bater contra a moto do agente de saúde Luís Fernando Ribeiro, de 38 anos, que morreu na hora. O teste do bafômetro registrou 0,75 miligramas de álcool por litro de ar expelido.

Já na quinta-feira (15), um motorista foi autuado por estar dirigindo bêbado. Ele também não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH), estava com excesso de passageiros e transportava uma criança fora da cadeirinha. Juntas, as multas ultrapassam o valor de R$ 4 mil.

Leia também:  Agentes penitenciários facilitam fuga de 91 presos em RN
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.