Uma das principais entidades representantes da sociedade civil, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foi criada oficialmente pelo Decreto 19.408 de 18 de novembro de 1930, mas em Mato Grosso, quase três anos depois, a entidade se tornou realidade. Foi no dia 29 de junho de 1933 que nasceu a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT).

Na época, o registro que originou a OAB-MT apontava a existência de mais de 15 e menos de 50 advogados no Estado. Atualmente, a seccional conta com mais de 22,1 mil profissionais inscritos e realiza uma média de 150 novas inscrições por mês.

O início contou com uma diretoria composta por cinco membros e foi só a partir da década de 40 que começaram a ser criadas as comissões. Hoje a OAB-MT conta com 55 comissões temáticas, além dos tribunais de Ética e Disciplina (TED) e de Defesa das Prerrogativas (TDP), participando ativamente dos mais diversos pleitos da sociedade.

Leia também:  Polícia Civil investiga desvio de R$ 23 milhões de cooperativa

A OAB-MT também se expandiu por todo estado contando com 29 subseções instaladas nos municípios mato-grossenses. Ainda, a partir do ano passado, tem se tornado cada vez mais presente nas cidades, com a realização de diversos atos em prol da advocacia.

Somente neste ano, a OAB-MT contou duas vezes com a participação do presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, em atos de defesa da advocacia realizados em quatro cidades.

Mantendo sua ideologia de defesa da sociedade, a OAB-MT tem se posicionado acerca dos principais temas em debate. Exemplos recentes são a apresentação do pedido de impugnação do termo de colaboração premiada do empresário Joesley Batista; a proposta de intervenção na discussão judicial sobre o rezoneamento eleitoral, que visa diminuir o número de zonas eleitorais em todo o país, além da participação ativa, em Mato Grosso, no acompanhamento das investigações sobre o esquema de interceptações telefônicas ilegais no Estado.

Leia também:  Possíveis desastres naturais serão enviado via SMS para população de Mato Grosso
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.