Imagem: esquadrilha
Foto: reprodução

A população de Rondonópolis e região receberá, em breve, um presente radical e diferente: uma demonstração da Esquadrilha da Fumaça da Força Aérea Brasileira (FAB).

A passagem pelo município será na tarde da sexta-feira, 28 de julho, e faz parte de uma extensa programação internacional que inclui o Centro-Oeste (Mato Grosso e Mato Grosso do Sul) e Norte do Brasil (Amazônia e Rondônia) e Colômbia.

Os militares já fizeram uma visita ao Aeroporto Maestro Marinho Franco, para reconhecimento da área e detalhamento da organização do evento, que contará com a parceria da prefeitura na parte de infraestrutura.

A última vez da esquadrilha da fumaça em Rondonópolis foi em 2011 e dez mil pessoas prestigiaram o show. A expectativa da prefeitura este ano é aumentar ainda mais o público local e também das cidades vizinhas.

Leia também:  Simulação de explosão é realizada no Shopping

O capitão aviador Thiago Capucinho explicou que as visitas precursoras são necessárias para assegurar a segurança de todos, público presente e os 40 militares, entre aviadores e mecânicos, envolvidos na apresentação.

Em seu 5º ano como membro da esquadrilha, o capitão destacou a beleza do céu da cidade e a localização privilegiada do aeroporto. “Estamos livres de obstáculos, não tem nem antenas próximas para nos preocuparmos. São condições propícias para lindas manobras,” observou.

Com duração de 50 minutos, a performance será feita por sete aeronaves de fabricação nacional, modelo A-29 super tucano, mais potentes e usadas na defesa da região de fronteira.

“Me lembro, recentemente, de um pai que tinha trazido o filho com um ano, e depois de 15 anos, voltaram juntos para nos ver. É bom alimentar os sonhos das pessoas,” relata o oficial.

Leia também:  José Sobrinho reinicia atividades nesta segunda-feira (31)

Em Mato Grosso, além de Rondonópolis, a esquadrilha vai passar ainda por Sinop, Barra do Garças e Cuiabá.

Em 2017 o esquadrão de demonstração aérea (EDA) da Força Aérea Brasileira, mais conhecido como esquadrilha da fumaça, completa 65 anos. Setenta militares compõem a equipe e são responsáveis por 60 demonstrações anuais dentro e fora do país. Eles contribuem para tornar mais conhecidas as Forças Armadas Brasileiras e suas formas de ingresso, divulgar a indústria aeronáutica nacional e estimular a vocação aeronáutica aos jovens brasileiros.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.