O vereador João Mototáxi (PSL) protocolou dezessete requerimentos na Câmara de Rondonópolis, a maioria deles para a secretária de Infraestrutura do município, Nívea Calzolari. Os outros foram distribuídos entre os secretários de Esporte, Cultura, Agricultura, Educação, Saúde, Trânsito, Administração, Finanças, Planejamento e Ação Social. Entre os pedidos estão as apresentações de estudos para a construção de um centro artístico cultural e esportivo, de uma ponte sobre o Rio Arareau na rua Arnaldo Estevan de Figueiredo, bem como, a implantação de hortas comunitárias nos bairros da cidade.

Pensando na segurança, também pediu um estudo de viabilidade econômica para a construção de proteção lateral da ponte localizada na avenida Bandeirantes no bairro Jardim das Flores e a reativação das câmeras de segurança da região central. “Estamos solicitando do Executivo, estudos econômicos para que possamos ver a possibilidade de conseguirmos realizar estas obras. Há situações emergenciais, que precisam de atenção e outras crônicas, como a necessidade da construção de uma ponte sobre o Córrego Queixada, na avenida Goiânia, bairro Dinalva Muniz”, reclamou.

Leia também:  Vereador Thiago Silva propõe avaliações periódicas em prédios escolares da Rede Municipal

O legislador explicou ainda que o município cresceu de forma desordenada. “Muitas situações se arrastam durante anos e precisam ser resolvidas. Há problemas que são simples, que não necessitariam nem mesmo de cobrança, por ser algo tão básico. A instalação de placas de identificação nas vias públicas é um deles. Assim como a construção de calçadas ao redor de prédios públicos”, concluiu.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.