Imagem: lynyrd skynyrd
O grupo Lynyrd Skynyrd (Foto: Divulgação)

O grupo de rock Lynyrd Skynyrd, famoso pela música “Sweet home Alabama”, está processando seu ex-baterista Artimus Pyle por causa de seus planos de realizar um filme biográfico sobre a banda e o acidente de avião em que morreram vários de seus membros, informou nesta segunda-feira (19) a revista “Rolling Stone”.

O Lynyrd Skynyrd alcançou o estrelato na década de 1970, graças a joias do rock sulista como os discos “Pronounced ‘Leh-‘nérd ‘Skin-‘nérd” (1973) e “Second Helping” (1974).

Pyle, baterista da banda durante os anos 70, que sobreviveu ao acidente e foi demitido do Lynyrd Skynyrd em 1991, está preparando uma cinebiografia chamada “Street survivors: The true story of the Lynyrd Skynyrd plane crash”.

‘Impreciso e tendencioso’

De acordo com a ação movida na última sexta (16), em Nova York, o filme poderia violar um acordo legal entre os membros do grupo para poder explorar as suas experiências individuais, mas em nenhum caso a história do Lynyrd Skynyrd como banda.

O guitarrista Gary Rossington, o cantor Johnny Van Zant (irmão do falecido líder da banda, Ronnie Van Zant) e vários herdeiros de outros integrantes que morreram no acidente aéreo estão entre os denunciantes.

Em uma entrevista concedida à revista especializada em cinema “Deadline” em 2016, Pyle disse que pretendia fazer um filme que contasse a “rápida” ascensão e queda do Lynyrd Skynyrd e que retratasse seus companheiros de banda como eram: “pessoas divertidas e reais” que amavam a música.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.