Ao que parece o suplente de senador José Medeiros (PSD) parece dar mostras de que pode abandonar Pedro Taques (PSDB) na caminhada do governador à reeleição.

As declarações do herdeiro da vaga de senador, que Taques só tem até outubro desde ano para ganhar musculatura para disputar a reeleição parece não ter afetado muito o mundo político, mas pode ter efeito junto à opinião pública, tanto a favor como contra Medeiros.

Já há alguns dias, Medeiros tem demonstrado em momentos diversos e sem muito alarde, o que alguns consideram a preparação da sua saída do barco que o colocou sentado em uma das cadeiras do Senado.

Neste fim de semana, por exemplo, Medeiros era só sorrisos e afagos, ao também senador Wellington Fagundes (PR), virtual candidato de oposição a Taques nas eleições de 2018.

Leia também:  Sachetti está provando do próprio veneno

Medeiros esteve em Barra do Garças junto com Fagundes e não fez questão de esconder que pode sim acompanhar o colega de parlamento em uma possível empreitada do republicano ao Palácio do Paiaguás, desde que esteja garantida uma vaga para ele disputar a reeleição ao Senado.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.