Mulher morre em maca de hospital sem atendimento - Foto: Reprodução/Record TV
Mulher morre em maca de hospital sem atendimento – Foto: Reprodução/Record TV

Uma mulher morreu depois de esperar cinco dias por um leito. Ela percorreu quatro hospitais, a família entrou até na Justiça para conseguir uma vaga, mas a liminar não chegou a tempo.

Marta Inês Martínez Gonzales tinha 58 anos. Ela estava com a saúde debilitada devido a um quadro de depressão. A dona de casa não estava se alimentando bem e estava com fortes dores abdominais.

A mulher saiu de casa de ambulância no dia 22 de junho e percorreu pelo menos quatro hospitais até conseguir atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Bom Jesus, na zona leste de Porto Alegre. Desde que chegou na unidade, o estado de saúde dela só foi piorando.

Leia também:  Contribuintes do INSS não precisarão mais comparecer em posto de atendimento para pedir a aposentadoria

Ela aguardou na unidade de pronto atendimento
por quatro dias. Sem leitos na capital, os filhos precisaram recorrer à Justiça
para conseguir uma vaga através de uma liminar judicial.

Com a decisão nas mãos, os filhos conseguiram a transferência da mãe, que aguardava em uma maca na unidade de pronto atendimento. Mas já era tarde demais. Ela não resistiu a infecção e morreu.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.