A ex-secretária de Educação do município de Rondonópolis, Ana Carla Muniz (PPS), declarou hoje (20) pela manhã que a denúncia apresentada ao Ministério Público Estadual (MP) sobre fraude na licitação no valor de R$ 9,5 milhões para compra de merenda escolar realizada pela Prefeitura de Rondonópolis, no ano passado, não tem o menor fundamento.

Segundo Ana Carla tudo foi feito da forma legal e o pregão foi realizado como determina a lei, através de 32 lotes.

Técnicos do MP já estão trabalhando para averiguar se as denúncias são procedentes. Todas as provas serão apresentadas, entre elas posso adiantar que o litro de leite não custou mais do que R$ 2,89. Mas alguns sem informações claras argumentaram que o litro custou R$ 7,00”, alertou Ana Carla.

Leia também:  Metralhadora giratória

O inquérito foi instaurado e após a conclusão o MPE poderá ou não propor ação civil pública ou de responsabilidade por ato de improbidade administrativa. “Tudo será devidamente esclarecido, e posso adiantar que na gestão do prefeito Percival, onde ocupei a pasta da Educação as compras e licitações todas foram realizadas de acordo com os trâmites legais, sendo que em nossa gestão reativamos o Conselho da Merenda Escolar justamente para que a transparência fosse completa”, declarou a ex-secretária.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.