A Polícia Militar informa que o soldado Rahel Jaime Gonçalves, de 24 anos, preso sob acusação de quatro homicídios, crimes ocorridos na madrugada de ontem (22) em uma casa noturna em Brasnorte, já se encontra recluso no quartel da PMMT em Tangará da Serra.

A instituição esclarece que a transferência atende exigência do Código de Processo Penal Militar(CPPM), o qual determina que militar em cumprimento de prisão provisória deve ser recolhido em unidade da Polícia Militar.

O coronel Wesley de Castro Sodré, comandante do 7º Comando Regional, com sede em Tangará da Serra, enfatiza que na unidade militar o soldado não terá privilégios, cumprirá a medida em regime fechado, em cela adaptada para recebê-lo.

Leia também:  Jaciara | Homem é preso por receptação de carga roubada de caminhão em Rondonópolis

De acordo com a Corregedoria da Polícia Militar, para casos como o do soldado Rahel não é instaurado IPM(Inquérito Policial Militar), mas Sindicância Demissória.

O corregedor-geral, coronel Alexandre Correa Mendes, explica que o soldado Rahel ainda cumpre estágio probatório de três anos, período compreendido entre a nomeação e a aquisição da estabilidade ao qual todo servidor de cargo efetivo é submetido. O soldado ingressou na PMMT em novembro de 2015.

A Corregedoria explica ainda que o soldado deverá permanecer no quartel do 7ºCR até ser sentenciado pela Justiça ou excluído da corporação militar.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.