20 de setembro de 2020
Mais
    Capa Destaques Polícia prende acusado de matar idoso com pancadas na cabeça

    Polícia prende acusado de matar idoso com pancadas na cabeça

    Jhonatan Fernando Silva Ferreira, 24 anos, foi preso sob a acusação de ter matado Epaminondas Carvalho da Silva, 70 anos, na manhã de hoje (5). A Polícia Civil de Rondonópolis através dos investigadores plantonistas da equipe da 1°DP, DHPP e DERF,  fizeram diversas diligências e colheram depoimentos de testemunhas que levaram até o suspeito.

    Jhonatan Ferreira da Silva suspeito de latrocínio - Foto : Messias Filho / AGORA MT
    Jhonatan Ferreira da Silva suspeito de latrocínio – Foto : Messias Filho / AGORA MT

    Consta que foram subtraídos do interior da casa uma bicicleta, um botijão de gás, um ventilador e a quantia de R$ 250,00 que resta a confirmar, como sendo o valor recebido pela vítima como pagamento de um aluguel. Jhonatan foi autuado em flagrante  pelo crime de latrocínio.

    Bicicleta da vítima apreendida pela polícia - Foto : Messias Filho / AGORA MT
    Bicicleta da vítima apreendida pela polícia – Foto : Messias Filho / AGORA MT

    O CRIME

    O delegado Gustavo Belão, afirmou que em uma ação conjunta dos policiais começaram a coletar informações no local do crime e que testemunhas foram identificadas e trazidas até a delegacia. “Após coletar informações conseguimos esclarecer a participação desse Jhonathan”, diz.

    Belão contou que o suspeito entrou na casa para pegar a bicicleta, o botijão de gás, um ventilador e dinheiro. “Jhonathan conhecia a rotina da vítima, sabia que ele levantava por volta das 5h, e foi este momento que ele aproveitou para entrar na casa. O acusado golpeou a vítima que desmaiou, depois o amarrou e continuou a dar mais pancadas na cabeça do idoso”, explicou.

    Jhonathan negou para a Polícia que matou o idoso, mas ele afirma que entrou na casa e pegou os objetos a pedido de uma terceira pessoa.

    De acordo com o delegado, Jhonatn já tem passagem pela Polícia por roubo. Belão não descarta que outras pessoas estejam envolvidas no crime. “Vamos continuar ouvindo testemunhas e conhecidos para esclarecer todo o crime”.

     

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS