A Operação Convescote, executada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), apura desvios de dinheiro público em convênios celebrados entre a Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual (FAESP) e instituições públicas como o Tribunal de Contas do Estado (TCE), Assembleia Legislativa, Prefeitura de Rondonópolis e Secretaria de Estado de Infraestrutura, que superam R$ 70 milhões.

De acordo com o Gaeco, o esquema funcionava da seguinte maneira: instituições públicas firmavam convênios com a FAESP para prestação de serviços de apoio administrativo. A Fundação, por sua vez, contratava empresas de fachadas para terceirização de tais serviços. Ao final, os recursos obtidos eram divididos entre os envolvidos, sendo que o responsável pela empresa normalmente ficava com uma pequena porcentagem do montante recebido e o restante era dividido entre funcionários da fundação e servidores do TCE.

Leia também:  Operação “Falsus” apreende 272 calçados falsificados em loja da Capital

Até o momento, conforme o Gaeco, já foram identificadas 08 empresas irregulares que participaram do esquema. Nesta terça-feira (20), durante a operação Convescote, foram cumpridos 11 mandados de prisão preventiva em Cuiabá, Várzea Grande e Cáceres, 16 mandados de busca e apreensão e 04 mandados de condução coercitiva. Todos foram expedidos pela Vara Especializada do Crime Organizado da Capital.

Além do crime de constituição criminosa, também há indicativos da prática de peculato, lavagem de capitais e corrupção ativa.

Presos preventivamente:

01 – Claúdio Roberto Borges

02 – Marcos Moreno Miranda

03 – Luiz Benvenuti Castelo Branco de Oliveira

04 – José Carias da Silva Neto

05 – Karinny Emanuelle Campos Muzzi de Oliveira

Leia também:  Motociclista morre após colidir com caminhão e ser arremessada na MT-130

06 – João Paulo Silva Queiroz

07 – Jose Antonio Pita Sassioto

08 – Hallan Gonçalves de Freitas

09 – Marcos José da Silva,

10 -Jocilene Rodrigues de Assunção

11 – Eder Gomes de Moura

 

Conduções coercitivas:

01 – Marcos Antonio de Souza

02 – Fadia Kassem Fares Garcia

03 – José Augusto Proença de Barros

04 – Lázaro Romualdo Gonçalves de Amorim

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.