Três pessoas envolvidas na morte de uma usuária de drogas foram presas pela Polícia Judiciária Civil, nesta quarta-feira (28) em Lucas do Rio Verde. Os acusados, Deuzinei Pires de Oliveira, de 25 anos, Gilberto Pereira de Souza, de 45 anos e Madalena Pires da Silveira, de 43 anos, responderão pelos crimes de sequestro e cárcere privado, homicídio doloso e ocultação de cadáver.

As investigações do crime que vitimou Cleide Vanda Félix dos Santos, de 40 anos, iniciaram no dia 10 de junho, quando uma amiga da vítima procurou a Delegacia de Lucas do Rio Verde para denunciar o sequestro da colega. A comunicante relatou que a amiga era usuária de drogas e que na noite anterior ao registro da ocorrência (09 de junho), a vítima saía da lanchonete dela para ir para casa, quando foi surpreendida por dois homens em um carro de cor preta, que a colocaram a força dentro do veículo.

Leia também:  Trio é detido acusado de cometer diversos furtos em Barra do Garças

A testemunha morava com a vítima e também é dona da lanchonete onde ela foi vista pela última vez. Ela contou que em outras ocasiões já viu veículos suspeitos rondando o seu estabelecimento, mas que desconhecia o fato de que a vítima tivesse dívidas com alguém.

Durante as investigações, os policiais de Lucas do Rio Verde identificaram Deuzinei Pires de Oliveira como um dos envolvidos no crime. O suspeito teve o mandado de prisão temporária expedido pela Justiça, após representação do delegado Daniel Santos Nery, sendo a ordem judicial cumprida na terça-feira (27), em ação conjunta da Polícia Civil de Lucas do Rio Verde com apoio da Polícia Militar de Nova Mutum.

Leia também:  General Carneiro | Polícia deflagra operação contra o tráfico de entorpecentes e apreende materiais

Em continuidade as diligências, Gilberto e Madalena foram identificados pela equipe de investigadores como os demais envolvidos no crime. Os suspeitos foram detidos e encaminhados para a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de (Derf) de Nova Mutum. Em depoimento, o casal confessou o crime e deu detalhes da execução.

Conforme Gilberto, após colocar Cleide a força no veículo, eles seguiram por uma estrada de chão e ao chegarem próximo a uma mata, desceram do veículo e executaram a vítima com vários golpes de facão contra o abdômen e o pescoço. O corpo foi arrastado para dentro da mata e o facão jogado nas proximidades do crime.

Segundo o suspeito, o crime foi motivado pelo fato da vítima ter mandado uns rapazes em sua residência, com intuito de matá-lo e na ocasião a sua mulher, Madalena, acabou a agredida. Após ser interrogado, o suspeito levou os policiais até o local, onde estava o corpo da vítima e o facão utilizado no crime.

Leia também:  Ex-detento morre ao levar 4 tiros no Padre Lothar
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.