Imagem: Semaforo
Foto: Assessoria

A Associação Comercial Industrial e Empresarial de Rondonópolis (ACIR) manifestou à Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Setrat), preocupação em relação ao trânsito da cidade, especialmente na questão da sincronização.

Por meio de ofício, a entidade pediu uma atuação mais efetiva e célere na manutenção e revisão dos semáforos a fim de que se possa ter novamente a regularização do fluxo de tráfico nas vias centrais, com sincronismo entre os cruzamentos.

A entidade representativa reconhece que a revitalização do sistema semafórico na região central e posterior sincronização trouxeram ao motorista mais tranquilidade ao trafegar pelas ruas do centro da cidade, organizou e deu maior fluidez para o trânsito. Essa ação diminuiu ainda o número de acidentes que vinham acontecendo por falta do funcionamento de alguns equipamentos.

Leia também:  Casario é mais uma área contemplada com o projeto “Rondonópolis: eu amo, eu cuido”

Com o sistema implantado, a esperança de quem trafegava pelas principais ruas do centro da cidade era de um trânsito mais controlado e menos tempo de espera nas filas de congestionamentos que surgiam em horários de pico. O que aconteceu por pouco tempo.

O documento cita as ruas Dom Pedro II, Fernando Correa da Costa e as avenidas Dom Wunibaldo e Tirandentes cujos usuários ficaram descontentes e inconformados com a inatividade dos semáforos nesses pontos e em alguns horários são gastos cerca de 40 minutos para atravessar o centro da cidade.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.