Imagem: img 20170713 wa0005
Equipamento foram apreendidos com o suspeito na casa dele, em Cuiabá (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Um advogado de 31 anos foi preso em flagrante em Cuiabá, nesta quita-feira (13), com 91 máquinas de cartão que, segundo a Polícia Civil, seriam levadas para o Rio de Janeiro e São Paulo. A suspeita é de que os equipamentos seriam usados para a clonar cartões nos dois estados. O advogado, que não teve a identidade divulgada, deve responder pelo crime de estelionato. As máquinas foram apreendidas e levadas para a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) na capital.

A suspeita é de que os equipamentos seriam usados para a clonagem de cartões nos dois estados.

O advogado foi preso em flagrante ao receber sete máquinas. Na ocasião, ele assinou o documento de recebimento com seu nome, mas com o CPF de outra pessoa. Durante buscas na casa dele, a polícia encontrou a outra parte dos equipamentos apreendidos.

O suspeito foi detido e levado para uma delegacia em Cuiabá. Ele prestou depoimento e foi autuado em flagrante por falsidade ideológica e estelionato.

Segundo a Polícia Civil, o advogado deve passar por audiência de custódia no Fórum de Cuiabá.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.