O ex-secretário de Estado da Casa Civil e que durante muito tempo foi o homem forte do governo Silval Barbosa (PMDB), Pedro Nadaf, deve ser incluso no Programa de Proteção a Testemunha do Governo Federal.

De acordo com fonte da coluna Bastidores em sua delação premiada junto ao Ministério Público Federal e homologada pelo Supremo Tribunal Federal, Nadaf virou o inimigo número 1 de autoridades públicas, empresários e políticos.

Ainda de acordo com a fonte o ex-poderoso secretário deixará Mato Grosso nos próximos dias. A decisão de homologar a delação e incluir Nadaf no programa foi do ministro do STF, Luiz Fux.

Na decisão de Fux, também ficou determinado que nos próximos dois anos, Nadaf ficará sob proteção policial 24 horas por dia, vai se mudar de Cuiabá, terá acesso à internet monitorado e ganhará uma nova identidade, até que diminua o risco a sua integridade física.

Leia também:  Agnelo se filia ao Solidariedade
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.