O deputado federal Adilton Sachetti (PSB) virou um dos principais defensores do governo Temer dentro do seu partido. Sachetti entende que muitas das reformas proposta pelo líder do Executivo no país são necessárias e não vê com bons olhos a decisão de parte do seu partido em romper com Temer.
O ex-prefeito de Rondonópolis, inclusive, já comprou briga com a ala contra Temer do partido e promete, dentro do PSB, brigar até o final para que a sigla, não abandone o presidente.
Sachetti não descarta sair do partido, caso o PSB se mantenha da forma que está. Há quem diga que um dos caminhos seria o DEM.

Advertisements
Leia também:  Taques tira licença médica de três dias

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.