Imagem: ed sheeran
Foto: Ben Watts

“Eu vou lá e não há nada além de pessoas dizendo coisas ruins. O Twitter é uma plataforma para isso.”

A conta do cantor ainda está ativa, mas só é atualizada com informações sobre shows e posts automáticos importados do Instagram – rede social em que Sheeran costuma aparecer mais.

O britânico lançou em março o álbum “÷”, que se tornou o mais bem-sucedido do ano, com 8 milhões de cópias vendidas em três meses no mundo todo. Mesmo assim, diz sofrer para lidar com a rejeição:

“Um comentário arruina o seu dia. O que f* minha cabeça é tentar descobrir por que as pessoas têm tanta antipatia por mim.”

Normani Kordei, da girlband Fifth Harmony, e as atrizes Leslie Jones e Lena Dunham estão entre as celebridades que já anunciaram decisões semelhantes. O Twitter têm introduzido ferramentas para combater abusos, entre elas um recurso que permite silenciar palavras-chave, frases e até conversas inteiras.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.