Quadrilha explodiu agência bancária e depois fugiu com reféns - Foto: Reprodução/TVM
Quadrilha explodiu agência bancária e depois fugiu com reféns – Foto: Reprodução/TVM

Uma quadrilha armada atacou uma agência do Banco do Brasil nesta quarta-feira (12) no município de Nova Olinda, distante 520 quilômetros de Fortaleza. Segundo a Polícia Militar, o bando invadiu a cidade, explodiu o banco e depois fugiu fazendo moradores reféns. Foi o terceiro ataque a bancos em menos de uma semana no Ceará.

Conforme o sargento Everardo Lima, comandante da PM de Nova Olinda, o ataque ocorreu durante a madrugada. Cerca de 10 homens participara do crime. Eles atiraram contra as portas de vidro e depois detonaram as dinamites no interior da agência.
A polícia ainda não sabe se os criminosos tiveram acesso ao dinheiro do banco. “Ainda não dá pra dizer se eles conseguiram efetuar o roubo. Testemunhas disseram que os próprios criminosos falaram que não tinha dinheiro na agência. Mas só dá pra confirmar após uma perícia que vai ser realizada aqui”, comentou o sargento.

Leia também:  Justiça determina prazo de 60 dias para MEC definir valor gasto por aluno

Após a explosão, a quadrilha fez moradores reféns e fugiu com destino a Pernambuco. A PM informou que parte das vítimas foi solta na saída de Nova Olinda. Outras pessoas foram liberadas pelo bando somente em Pernambuco. Ninguém ficou ferido.
Equipes da Polícia Militar de Nova Olinda e de outras cidades vizinhas foram acionadas e realizam buscas pela região para tentar localizar o grupo criminoso. Até o momento, ninguém foi preso.

Foi o 35º ataque a agências bancárias neste ano no Ceará, sendo o terceiro seguido em menos de uma semana. O mais recente havia acontecido na segunda-feira (10), no município de Redenção, no Maciço de Baturité.
Segundo a polícia, os criminosos invadiram a agência do Banco do Brasil e detonaram os explosivos. O prédio do banco ficou destruído e o bando teve acesso ao dinheiro. Após o crime, os suspeitos fugiram levando uma quantia não revelada pela polícia.

Leia também:  Policiais trocam tiros com criminosos e helicóptero é atingido em SP

O outro caso foi na madrugada de domingo (9), em Ipueiras, região Norte do Estado. De acordo com o Comando de Policiamento da Capital (CPI), os homens chegaram em veículos e se dividiram. Durante a ação, duas pessoas que estavam no ônibus da banda de forró João Bandeira foram baleadas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.