A companhia aérea Passaredo anunciou na tarde desta segunda-feira (03) que foi vendida ao grupo Itapemirim, empresa do setor de transporte rodoviário.

O grupo afirmou que o projeto é integrar as malhas aéreas e rodoviárias para alcançar mais destinos, e incorporar mais 20 aeronaves à frota até 2018.

De operação regional, a Passaredo tem uma frota com sete aeronaves e atende nove Estados, atuando de forma complementar com Latam e Gol.

Apesar da transação, tanto, Itapemirim como Passaredo estão em recuperação judicial. A última teve seu plano de recuperação aprovado em 2012. Em 2016, trocou de presidente e criou um conselho de administração.

Em Rondonópolis a Passaredo opera com apenas um voo diário, a Viação Itapemirim não opera no Mato Grosso.

Leia também:  A procura de um habitat

A nova detentora da marca Passaredo, não divulgou se haverá mudanças nas rotas e horários de seus voos e nem se com o projeto de integração há a possibilidade da Itapemirim começar a operar nas estradas mato-grossenses.

Veja o perfil das duas empresas:

PASSAREDO

Base operacional: Ribeirão Preto

Funcionários: 700

Aeronaves: 8 (todas modelo ATR)

Destinos: 20 cidades, dos quais 8 capitais; em SP, opera Guarulhos, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto

Recuperação judicial: pediu em 2012, após dívidas superiores a R$ 100 mi; pretende sair do plano de recuperação no primeiro semestre de 2017.

ITAPEMIRIM

Fundação: Itapemirim (Espírito Santo), 1953

Frota: 1.200 ônibus

Destinos: 22 Estados

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.