A filha de 1 ano presenciou toda agressão - Foto: Divulgação/PCDF
A filha de 1 ano presenciou toda agressão – Foto: Divulgação/PCDF

Preso depois de agredir e raspar os cabelos da mulher na frente da filha de 1 ano, um jovem, de 28, vai responder na Justiça por lesão corporal decorrente de violência doméstica e por tortura. Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, ele foi detido em flagrante , em Bom Despacho, no centro-oeste do estado. O acusado confessou o crime e argumentou que batia na mulher para que ela “lhe desse valor e valorizasse suas atitudes”.

A vítima se casou com o agressor há quatro anos. A união gerou duas meninas, hoje com 1 e 3 anos. À polícia, ela contou que passou a ser agredida a partir do nascimento da primogênita. E de forma constante: só na última semana, a mulher disse ter sido alvo de violência três vezes. Ela não registrou as agressões anteriores.

Leia também:  Sérgio Cabral será transferido para penitenciária de segurança máxima em MS

A mulher, de 36 anos, relatou aos investigadores que o marido chegou em casa na noite de terça-feira e pediu que ela recolhesse todas as roupas que ele havia lhe dado de presente. Depois, o rapaz levou as peças para o quintal e ateou fogo. Na manhã seguinte, a vítima avisou ao parceiro que não queria sair da casa do pai, onde a família morava, e recebeu logo um tapa no rosto.

Foi então que o acusado ordenou que ela buscasse a máquina de cortar cabelo. Com medo, a vítima obedeceu e teve os fios raspados com a filha mais nova no colo. O agressor ainda tentou colocar fogo nos cabelos, mas não conseguiu. Com a ajuda de parentes, a mulher fugiu de casa com as filhas e acionou a polícia, que o deteve em flagrante no trabalho.

Leia também:  Com tentativa frustrada de estourar caixa eletrônico bandidos incendeiam estabelecimento
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.